segunda-feira, 20 de julho de 2015

História da devoção das Santas Chagas de Jesus

Jesus apareceu muitas vezes para a Venerável Irmã Maria Marta Chambon (1841–1907) em Chamberry, França, a partir do ano de 1863. Essas aparições foram aprovadas pela Igreja Católica pelos muitos sinais e milagres. Muitas pessoas alcançaram grandes graças em todo o mundo com a devoção das Santas Chagas de Jesus. A devoção pode ser feita com orações de nossas próprias palavras ou outras meditando Paixão de Jesus, no Crucifixo e no Terço das Santas Chagas pedido por Jesus. Ele disse: 

“Concederei tudo o que me pedirem pela invocação das minhas Sagradas Chagas. As almas que rezam com humildade e meditam a minha Paixão terão uma participação na glória das minhas Divinas Chagas. Quanto mais contemplam minhas Chagas dolorosas na Terra, mais as contemplarão gloriosas no Céu. Eu faço como um mendigo, um pobre. Chamo os meus filhos um por um. Olho-os com paciência quando vêm a mim. Eu os espero! Venha à Chaga do meu Divino lado. É a Chaga do amor ardente. É a fonte onde todos devem beber. Venha ao meu Coração e deixará de ter medo. Ponha aqui a sua mão para buscar meus tesouros. A medida está cheia. Não posso conter mais. Tenho tanto desejo de dar. Eu preciso do seu coração para me desagravar e me fazer companhia. Eu te ensinarei a amar, pois ainda não sabe. Deus dá a ciência do amor para a alma que olha para o Crucificado e lhe fala de coração a Coração. As almas que tiverem contemplado e honrado a minha coroa de espinhos nesta vida serão a minha coroa de glória no Céu. Arranque os espinhos de minha Cabeça oferecendo ao meu Pai o mérito das minhas Chagas pelos pecadores. Vá em busca de almas. E preciso espalhar esta devoção. Obterão tudo, porque o mérito do meu Sangue tem um preço infinito. Minha filha, abisma as tuas ações nas minhas Chagas e elas valerão alguma coisa. Todas as vossas ações, ainda as mais pequenas, banhadas no meu Sangue, adquirirão, por isso só, um mérito infinito e contentarão o meu Coração! Oferecendo-as pela conversão dos pecadores, ainda que eles se não convertam, tereis diante de Deus o mesmo mérito como se eles se tivessem convertido. Quando tiverdes algum desgosto, algum sofrimento, recorrei depressa às minhas Santas Chagas e tudo se suavizará. Convém repetir muitas vezes junto dos doentes esta aspiração: ‘Meu Jesus, perdão e misericórdia, pelos méritos das vossas Sagradas Chagas!’ Esta oração aliviará a alma e o corpo. As Santas Chagas salvam o mundo e asseguram uma boa morte.”